Change to English or other language

Tuesday, April 17, 2012

BIRDIE'S TALK - Long Live to Arinca!

Comer algo que se desconhece leva-nos sempre a querer saber mais sobre "a coisa". Com o estranho nome de Haddock fish por todo o lado, decidi que era altura de saber o que afinal tinha comprado para comer. E graças à maravilha da Web, do Google e da Wikipédia, descobri muita coisa. Como por exemplo, o facto de ser um peixe que me faz muito bem porque é rico em vitaminas B12 e B6 (as que mais necessito) e também em Selénio, Sódio e Potássio. Tudo o que mais me faz falta. Viva a Arinca!

"A arinca é muito popular no norte de Europa, como por exemplo na Noruega e no Reino Unido, onde é comercializado de diversas formas, tais como fresco, fumado, congelado, seco ou em conserva.


A arinca fresca possui uma carne branca de boa qualidade, que pode ser cozinhada das mesmas formas que o bacalhau fresco. A frescura de um filete de arinca pode ser determinada pela sua firmeza. A carne fresca deve também ser translúcida. 
Ao contrário do bacalhau, salgar a arinca não funciona bem, sendo, em alternativa, seca ou fumada. Na Escócia, existe uma variedade de arinca fumada denominada Finnan haddie, frequentemente servida cozida em leite ao pequeno-almoço. Nesse país, existe outra variedade denominada Arbroath Smokie, também fumada, que pode ser consumida sem cozedura adicional.
Na Noruega, a arinca é o ingrediente principal das almôndegas de peixe locais, denominadas fiskeboller.
No Reino Unido, é um peixe muito utilizado na preparação do prato Fish and chips.
A arinca é uma excelente fonte de proteínas, contendo também uma porção considerável de vitamina B12, vitamina B6 e selénio. Contém ainda uma dose equilibrada de sódio e de potássio. No cômputo geral, a carne é extremamente magra." - Wikipedia

No comments:

Stress and the City, no YouTube

Loading...

Countries & Cities Where I've Been.